Hudson Henrique.
Tentando ser tudo no meio do nada. Sendo um nada no meio de tudo, entre todas as outras casas.
Capa Textos Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links

 
Textos


Despejando lonjuras.

"Me sinto como uma casa velha de madeira, fazendo barulho a noite.
Sozinha. Assustando quem eu queria que ficasse mais perto.
Somos todos, senão, bagaços do tempo".
 
          - Hudson Henrique.

Fragmento da poesia "Despejando lonjuras", da obra autoral "Sardas e Mostardas".

Site oficial: hudsonoficial.com
Instagram: @hudsonhenriquer
Encontre minhas obras em: linktr.ee/hudsonhenrique
Hudson Henrique
Enviado por Hudson Henrique em 09/01/2021
Alterado em 11/01/2021
Comentários
Somos todos Anjos bêbados demais pra voltar p... R$16,90 Madrugada adentro como essas, costumam me pux... R$14,99 Todas as músicas que nunca cantei. R$14,99
Capa Textos Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links